Gruta Bonita - Januária - MG / Foto: José Ayrton Labegalini
     
English | Español
 
   

XXX Congresso Brasileiro de Espeleologia

""

Montes Claros MG - 09 a 12 de julho de 2009

30cbe@sbe.com.br

 
página inicial
ficha de inscrição
cursos e saídas
trabalhos
concurso: fotografia
cronograma
valores
local
apoio
dúvidas
mat.divulgação


Os Anais do 30ºCBE estão disponíveis em www.sbe.com.br/30cbeanais.asp


TRABALHOS APROVADOS

AUTOR TÍTULO
BARBOSA, E.P.; CAVERNAS E RELIGIÃO: CONSIDERAÇÕES SOBRE ALGUMAS ROMARIAS EM CAVERNAS NO SERTÃO DA BAHIA
BARROCO-NETO, J.L.. MAPEAMENTO SUBAQUÁTICO PARA PLANOS DE MANEJO DE CAVERNAS ALAGADAS
CAMARGO, K.C.; CONSIDERAÇÕES GEOLÓGICAS E GEOMORFOLÓGICAS SOBRE A DISTRIBUIÇÃO DE CAVERNAS CARBONÁTICAS NO PRIMEIRO PLANALTO PARANAENSE
SPOLADORE, A..
CRESCENCIO, G.. A HISTÓRIA DO GEM: 20 ANOS DE DESCOBERTAS, ESTUDO E PRESERVAÇÃO DE CAVERNAS
CRESCENCIO, G.. CAVERNA SERRA DAS ANDORINHAS: MEMÓRIA, HISTÓRIA E AVENTURA
CRUZ, J.B.; COMPLEXO ESPELEOLÓGICO DA FUNA FEIA: UMA PROPOSTA DE UNIDADE DE CONSERVAÇÃO
BENTO, D.M.;
SANTOS, D.J.;
FREITAS, J.I.M.;
CAMPOS, U.P..
CUNHA, P.S.S.; LEVANTAMENTO PRELIMINAR DA FAUNA CAVERNÍCOLA DE GRUTAS ARENÍTICAS NA SERRA DO LAJEADO, PALMAS, TOCANTINS, BRASIL
MORAIS, F..
DANTAS, M.A.T.; INVENTÁRIO ESPELEOLÓGICO DE SERGIPE: AS CAVERNAS DO MUNICÍPIO DE LARANJEIRAS
DONATO, C.R.;
ALMEIDA, E.A.B.;
BARRETO, E.A.S.;
SILVA, E.J.;
SOARES, R.S.;
BARROS-NETO, M.C.;
FERREIRA, A.S.;
SOUZA, S.S.;
SANTANA, M.E.V.;
OLIVEIRA, D.M..
DONATO, C.R.; UTILIZAÇÃO DE CD-ROM COMO INSTRUMENTO DE APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA SOBRE A BIOESPELEOLOGIA SERGIPANA
DANTAS, M.A.T..
FERREIRA, A.S.; OCORRÊNCIA DE LEPTODACTYLUS VASTUS LUTZ, 1930 (AMPHIBIA-ANURA: LEPTODACTYLIDAE) NA CAVERNA TOCA DA RAPOSA, SIMÃO DIAS, SERGIPE
DANTAS, M.A.T.;
DONATO, C.R..
FERREIRA, A.S.; LEVANTAMENTO DA HERPETOFAUNA DA GRUTA RAPOSINHA, LARANJEIRAS, SERGIPE - DADOS PRELIMINARES
OLIVEIRA, D.M.;
DONATO, C.R.;
ALMEIDA, E.A.B.;
SILVA, E.J.;
BARROS-NETO, H.M.C.;
SOUZA, S.S.;
SANTANA, M.E.V.;
DANTAS, M.A.T..
FERREIRA, C.F.. LEVANTAMENTO ESPELEOLÓGICO E CONSIDERAÇÕES RELATIVAS AO MANEJO DO PATRIMÔNIO ESPELEOLÓGIO EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO FEDERAIS
FIGUEIREDO, L.A.V.. INTEGRAÇÃO ENTRE ESPELEOLOGIA E ECOTURISMO: PROPOSTA PARA A FORMAÇÃO DO BACHAREL EM TURISMO E REFLEXÕES SOBRE A EXPERIÊNCIA NA PUCSP
FIGUEIREDO, L.A.V.; A CAVERNA NO CINEMA: ANÁLISE PRELIMINAR DE PAISAGENS NATURAIS E SIMBÓLICAS
TRAVASSOS, L.E.P.;
SILVA, A.S..
HARDT, R.. CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA DAS CAVERNAS AROÊ-JARI, LAGO AZUL E KIOGO-BRADO - MT
LOBO, H.A.S.; CAPACIDADE DE CARGA ESPELEOTURÍSTICA NO BRASIL: ESTADO-DA-ARTE E TENDÊNCIAS
BOGGIANI, P.C.;
PERINOTTO, J.A.J..
LOBO, H.A.S.; IMPACTOS AMBIENTAIS CAUSADOS PELA MÚSICA E CONCENTRAÇÃO DE PESSOAS EM UM EVENTO MUSICAL NA GRUTA DO MORRO PRETO (PETAR-SP) 
ZAGO, S..
LUCON, T.N.; CARACTERIZAÇÃO DO MEIO BIÓTICO DA SERRINHA DA VARGINHA, IUIU - BA
LEVY, M.O.P.;
SILVA. L.A.;
SIMÕES, P.R.;
RENÓ, R.;
CORBANI, B.M..
MARRA, R.J.C.. ANÁLISE DE CLUSTER COMO INSTRUMENTO DE CLASSIFICAÇÃO DE CAVERNAS NO CONTEXTO SOCIOECONÔMICO
MENDES, L.G.; GEOESPELEOLOGIA DA CAVERNA COISINHA DO ZÉ (PR-270)
SPOLADORE, A.;
SERVIDONI, A.P.S.;
MENDES, S.G..
MONTEIRO, A.G.D.P.; AVALIAÇÃO DO PERFIL LIPÍDICO DE PEIXES CAVERNÍCOLAS
GUERREIRO, M.C.;
FERREIRA, R.L.;
PINTO, L.M.A..
MORAIS, F.; CONTEXTO GEOLÓGICO DAS CAVERNAS EM ARENITO DO ESTADO DO TOCANTINS
MORAIS, F.; CARACTERIZAÇÃO GEOESPELEOLÓGICA DE DUAS GRUTAS EM ARENITO NO MUNICÍPIO DE PALMAS – TO
SOUZA, L.B.;
PONTALTI, A.L.;
ROCHA, S..
MORATO, L.. QUICKTIME VIRTUAL REALITY E ESTEREOFOTOGRAFIA: UTILIZANDO TÉCNICAS FOTOGRÁFICAS IMERSIVAS PARA A DIVULGAÇÃO DA ESPELEOLOGIA NO BRASIL
NUNES, E.; PROPOSTA DE INDICADORES DE ACESSIBILIDADE ÀS CAVIDADES TURÍSTICAS DIRECIONADAS AOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS (PNEs)
LUZ, C.S.;
ANJOS, D.T.;
GONÇALVES, A.C.;
SOUZA, J.F.;
LOBO, H.A.S..
OLIVEIRA, A.N.; IMPACTOS AMBIENTAIS DECORRENTES DO TURISMO EM CAVERNAS DE RIBEIRÃO CLARO/PR
SPOLADORE, A..
PEREIRA, G.V.; SISTEMA ESPELEOLÓGICO MORRO DA PEDREIRA:
ESTUDOS ESPELEOGENÉTICOS E MORFOLÓGICOS EM IMPORTANTE SISTEMA DE CAVERNAS NO DISTRITO FEDERAL
MORAES, L.L.;
CAMPOS, L.F.B.;
FERRAZ, C.P.;
LOPES, G.;
LEMOS, M.V.F.;
BARRETO, V.B.;
SABARAENSE, L.D.;
NASSAU, G.F.;
HANNA, M.D.;
SACRAMENTO, V.;
FERREIRA, G.;
CHO, D.;
OLIVEIRA, H..
PILÓ, L.B.; GEOESPELEOLOGIA DAS CAVERNAS EM ROCHAS FERRÍFERAS DA REGIÃO DE CARAJÁS/PA
AULER, A..
RENÓ, R.; PROSPECÇÃO E CARACTERIZAÇÃO ESPELEOLÓGICA DA SERRA DE IUIU, IUIU-BA
DUQUE, T.R.F.;
LUCON, T.N.;
LEVY, M.O.P.;
SILVA, C.M.T.;
SIMÕES, P.R..
RENÓ, R.;  CONSIDERAÇÕES SOBRE O CARSTE EM QUARTZITO DO PARQUE ESTADUAL DO ITACOLOMI, MARIANA / OURO PRETO – MG
DUQUE, T.R.F.;
LUCON, T.N.;
LEVY, M.O.P.;
SIMÕES, P.R..
RIBEIRO, F.A.; BANCO DE DADOS ESPELEOLÓGICO DA SPELAYON CONSULTORIA - ME COMO BASE DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA (SIG)
COUTINHO-BARBOSA, A..
RIBEIRO, L.V.; ESPELEOMETRIA DAS CAVIDADES NATURAIS SUBTERRÂNEAS DA REGIÃO DE PAINS/MG
VILELA, C.E.A..
ROCHA, B.N.. MICROCLIMA DA GRUTA DO CIPÓ (DETRÁS), P. E. INTERVALES, SP
RODRIGUES, A.A.; POTENCIALIDADES BIOTECNOLÓGICAS DE BACILLUS CEREUS ISOLADO EM UMA CAVERNA
CARRIM, A.J.I.;
SADOYMA, G.;
VIEIRA, J.D.G.;
SANTANA, M.E.V.; LEVANTAMENTO DA FAUNA DE INVERTEBRADOS CAVERNÍCOLAS NA TOCA DA RAPOSA, SIMÃO DIAS, SERGIPE, BRASIL – RESULTADOS PRELIMINARES
SOUTO, L.S.;
DANTAS, M.A.T.;
DONATO, C.R.;
OLIVEIRA, D.M..
SILVA, D.M.. INVESTIGAÇÃO DO POTENCIAL PARA O ESPELEOTURISMO NA REGIÃO DA SERRA DO IUIU - BA
SOARES, C.E.S.. O PROCESSO DE MUDANÇA DE CATEGORIA DA ÁREA DE PROTEÇÃO ESPECIAL ESTADUAL DA GRUTA REI DO MATO PARA MONUMENTO NATURAL ESTADUAL
SPOLADORE, A.; CONSIDERAÇÕES SOBRE A GÊNESE E DESENVOLVIMENTO DA GRUTA DE BARRO (PR 272), MUNICÍPIO DE TAMARANA (PR)
FUKUDA, E.A.;
GONÇALVES, M.A..
TIMO, M.B.; GRUTA DO BAÚ: BELEZA E DIVERSIDADE DE ESPELEOTEMAS NA REGIÃO DE CORRÉGO FUNDO, MINAS GERAIS – BRASIL
OLIVEIRA, S.O.;
TIMO, J.B.;
SOARES, L.G.S..
TRAVASSOS, L.E.P.; O USO RELIGIOSO DE UMA CAVERNA MARINHA: O CASO DA GRUTA DE NOSSA SENHORA DE LOURDES EM SAQUAREMA, RJ
VARELA, I.D..
ZAMPAULO, R.A.; DIVERSIDADE DE INVERTEBRADOS TERRESTRES CAVERNÍCOLAS EM NOVE CAVIDADES NATURAIS NO MUNICÌPIO DE AURORA DO TOCANTINS (TO) 
FERREIRA, R.L..
ZAMPAULO, R.A.; CARACTERIZAÇÃO BIOLÓGICA DA GRUTA PARANOÁ, PAINS - MG
LIRIA, C.C.S.;
SILVA, M.S.;
FERREIRA, R.L..
 

Os trabalhos serão apresentados em plenária (apresentação oral) ou em painéis e constarão dos anais do congresso. Os horários e salas de apresentação serão definidos e divulgados pela comissão organizadora durante o evento.

Todos os inscritos no congresso podem assistir a apresentação dos trabalhos


NORMAS PARA ENVIO DOS TRABALHOS 30º CBE

1. A data limite para a submissão de trabalhos é 01/05/2009*, sendo considerada a data da postagem. A submissão de trabalhos está condicionada à inscrição do autor ou de pelo um menos um dos autores do trabalho.

* Atendendo à pedidos, a data limite para envio de trabalhos foi prorrogada para 15/05/2009.
 
2. Serão apresentados um máximo de 90 trabalhos na forma de apresentações orais, distribuídos em 06 Sessões Técnicas simultâneas. Cada trabalho deverá ser inscrito dentro da sessão afim. Assim, os trabalhos estarão distribuídos da seguinte maneira:

Sessão 01 – Espeleociências I: Geociências

  • Caracterizações geospeleológicas;
  • Estudos geológicos endocársticos e exocársticos;
  • Estudos geomorfológicos endocársticos e exocársticos;
  • Geociências aplicadas à Espeleologia;
  • Hidrologia cárstica;
  • Mineração;
  • Meteorologia Hipógea;
  • Outros temas correlatos.

Comissão de seleção:


Geociências

Ronaldo Lucrécio Sarmento (Coord.)

Angelo Spoladore

Cláudio Maurício Teixeira da Silva

Ivo Karman

Johel Rodet

Marcelo Silva Dias

Rubens Hardt

Sessão 02 – Espeleociências II: Bioespeleologia e Paleontologia

  • Bioespeleologia;
  • Biologia cárstica;
  • Ecossistemas Cársticos;
  • Paleontologia;
  • Outros temas correlatos.

Comissão de seleção:


Bioespeleologia – Paleontologia

Hamilton R. Sales (Coord.)

Celso Lira Ximenes

Emerson Gomes Pedro

Pedro Gnaspini Netto

Marconi Souza Silva

Rodrigo Lopes Ferreira (Drops)

Sessão 03 - Espeleociências III – Arqueologia – Antropologia – História

  • Arqueologia;
  • Antropologia;
  • História.
  • Outros temas correlatos.

Comissão de seleção:

Arqueologia – Antropologia – História

Washington Simões (Coord.)

Luís Beethoven Piló

Jaqueline Rodet

Sessão 04 - Uso Sustentável de Cavernas: Turismo – Proteção – Manejo – Educação Ambiental

  • Meio Ambiente;
  • Turismo em Cavernas;
  • Preservação e Manejo;
  • Educação Ambiental;
  • Outros temas correlatos.

Comissão de seleção:

Turismo – Proteção – Manejo – Educação Ambiental

Cássio Alexandre Silva (Coord.)

Ana Ivânia Fonseca

Cesar Ulisses Vieira Veríssimo

Flávio Túlio

Heros Augusto Santos Lobo

Luiz Afonso Vaz de Figueiredo

Marcelo Augusto Rasteiro

Sessão 05 - Práticas Espeleológicas I: Espeleometria – Documentação – Prospecção

  • Exploração e Prospecção em áreas cársticas;
  • Técnicas espeleológicas de resgate;
  • Espeleologia esportiva;
  • Recursos tecnológicos aplicados á espeleologia;
  • Espeleometria;
  • Outros temas correlatos.

Comissão de seleção:

Espeleometria – Documentação – Prospecção

Eduardo Gomes de Assis (Coord.)

Renê de Souza

Ricardo de Souza Martinelli

Elvira Maria Branco

Sessão 06 - Práticas Espeleológicas II: Técnicas Verticais, Mergulho, Fotografia

  • Técnicas verticais;
  • Técnicas de Resgate;
  • Espeleomergulho;
  • Espeleofotografia;
  • Outras áreas correlatas.

Comissão de seleção:

Técnicas Verticais, Mergulho, Fotografia

Carlos Leonardo B. Giunco (Coord.)

Gilberto Menezes de Oliveira (Carlos Zaith)

Rogério Henry Bertuzo Magalhães

Sergio de Carvalho Viegas

3. Os trabalhos deverão ser enviados, com o formulário de envio de trabalhos, para o e-mail do Presidente da Comissão de Organização do 30º CBE – Montes Claros/MG – Ronaldo Lucrécio Sarmento pelo e-mail 30cbe@sbe.com.br. Junto com a submissão do trabalho deverá ser feita a inscrição do autor ou de pelo menos um dos autores do trabalho.

4. A Comissão Organizadora providenciará o cadastro dos trabalhos e o seu envio para a Comissão de Seleção de Trabalhos, providenciando resposta para os autores sobre o andamento do processo Avaliação e Seleção.

5. A remessa, apresentação ou publicação dos trabalhos não implicará em remuneração a seus autores.

6. A seleção dos trabalhos está a cargo da Comissão de Seleção que terá como critérios a adequação ao tema, a relevância para a espeleologia, a qualidade e teor científico, além de aspectos legais e mecanográficos.

7. À Comissão de Seleção reserva-se o direito de aceitar ou vetar qualquer trabalho recebido, como também o direito de propor eventuais alterações, desde que tenha a aprovação do autor. A relação dos trabalhos aprovados será divulgada no sítio oficial do congresso.
 
8. As opiniões emitidas pelo autor em seu trabalho são de sua exclusiva responsabilidade, não representando, necessariamente, o pensamento da Comissão de Seleção.

9. A Comissão Organizadora do congresso se reserva o direito de fazer as revisões gramaticais, bem como adequar os trabalhos à formatação necessária para a sua publicação.

10. A Comissão Organizadora está à disposição dos autores para orientá-los na preparação dos originais pelo e-mail 30cbe@sbe.com.br. 


NORMAS PARA REDAÇÃO DOS TRABALHOS

Os Resumos Expandidos dos trabalhos serão enviados obrigatoriamente à Comissão Organizadora do congresso, em arquivo .doc (Word), utilizando-se a fonte Times New Roman; corpo 12; entrelinhamento simples; alinhamento justificado; sem recuo nos parágrafos; 2cm nas margens superior e inferior e 2cm nas margens direita e esquerda da página, tamanho A4; com título em letras maiúsculas, negrito, alinhados à esquerda e subtítulos minúsculos, negrito também alinhados a esquerda. Deverá começar com título (tamanho 12), seguido dos autores e respectivas instituições, e-mail do primeiro autor e ABSTRACT (Times New Roman 12, entre linhas simples, alinhamento justificado, itálico). A partir daí, o texto deverá ser dividido em 02 colunas, de mesma largura, espaçamento entre elas igual a 0,6cm. As figuras, mapas, tabelas e quadros devem estar contidos no corpo do texto e devem conter legendas no corpo do texto. As legendas das figuras e mapas devem estar logo abaixo dos mesmos em Times New Roman 11, entre linhas simples, alinhamento centralizado. As legendas das tabelas e quadros devem estar logo acima dos mesmos em Times New Roman 11, entre linhas simples, alinhamento centralizado. Os resumos expandidos deverão ter entre 04 e 08 laudas.

  • Caso o trabalho tenha sido apresentado anteriormente em eventos públicos (congressos, seminários entre outros), ou seja, baseado em trabalho acadêmico de conclusão de um curso ou pesquisa também deverá ser feita referência ao evento, curso ou pesquisa em nota de fim.

  • Deve ser limitada a utilização notas de rodapé, e preferida a utilização de notas de fim (numeradas seqüencialmente e apresentadas no fim do texto).

  • Agradecimentos e auxílios recebidos pelo(s) autor(es) podem ser mencionados ao final do artigo, antes das referências bibliográficas.

  • As referências bibliográficas e citações devem representar todas as fontes consultadas para a elaboração do trabalho. Qualquer citação retirada de outra obra deve ser referenciada (com indicação de página de origem) e, quando direta, grafada em itálico no texto. As normas da ABNT NBR 6022; NBR 6023; NBR 6028; e NBR 10520 e normas posteriores devem ser consultadas.


NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS

Cada autor(es) de trabalho(s) selecionado(s) para apresentação oral deverá enviar à Comissão Organizadora do 30º CBE CD ou DVD contendo dois arquivos:

  • Arquivo .doc (word) com contatos (nome completo do(s) autor(es), Sessão, título do trabalho, e-mail e telefone);

  • Arquivo .pps (power point) com a apresentação que será realizada. A Comissão Organizadora receberá o referido material de apresentação até no máximo duas horas antes do início da Sessão, podendo ser cancelada a apresentação do trabalho que não estiver de posse da Comissão Organizadora do 30º CBE até essa data.

  • As apresentações orais acontecerão em 20 minutos cada uma, sendo os 15 primeiros para apresentação e os 5 restantes para discussões com a mesa e/ou platéia.

  • Não serão aceitos atrasos superiores ao tempo de discussões (05 minutos), perdendo o direito de apresentação o autor que não cumprir com o horário. As palestras começarão na hora previamente marcada, com tolerância máxima de 05 minutos perdendo o autor seu direito a discussões. Caso o atraso exceda o tempo de tolerância, será vetada a apresentação pelo ‘Presidente de Mesa’ da Sessão que instituirá recesso até o horário da próxima apresentação.

  • Ter-se-á também apresentação de trabalhos em Sessão Painel, sendo que os mesmos deverão ficar expostos durante todo o evento. Cada autor deverá estar disponível junto de seu painel no horário marcado para a apresentação com a finalidade de prestar explicações e esclarecimentos sobre o trabalho. O número total de trabalhos em Painel é aberto, de acordo com a avaliação das comissões de seleção. Cada autor poderá expor o trabalho em pôster de tamanho máximo 1,0 x 2,0 metros


Comissão Organizadora do 30º CBE

  30cbe@sbe.com.br

 
 
Apoio

 

 

 

 

 

 

Topo da página