Gruta Bonita - Januária - MG / Foto: José Ayrton Labegalini
     
English | Español
 
   
 
       
     
 

16-17/12/2017

Expedição PROCAD


05-14/01/2018

Expedição IBITIProca


CALENDÁRIO COMPLETO

 
 
 

 
 
Cavernas do Brasil


(clique nas imagens para ampliá-las)

REGIÃO SUDESTE

Pórtico de entrada da Gruta Casa de Pedra

Destacam-se basicamente os estados de Minas Gerais e São Paulo, ambos reunindo a maior e mais importante concentração de cavernas da região. Na região central de Minas, próxima a Belo Horizonte, o referencial é a Gruta do Maquiné (MG-243), não só por ser a primeira gruta iluminada do Brasil, mas também pelas importantíssimas pesquisas paleontológicas desenvolvidas pelo cientista Peter Wilhelm Lund em meados do século passado.

No município de Mariana, a 120 km de Belo Horizonte, novas explorações na Gruta do Centenário, conhecida desde o início do século, fizeram desta a segunda mais profunda caverna do Brasil, com 481 metros de desnível.

Conduto da Gruta Curral de Pedra

Mas é no noroeste de Minas, à margem esquerda do Rio São Francisco, no canyon rasgado pelo rio Peruaçu, que se encontra o mais fantástico conjunto de cavernas e sítios arqueológicos do Brasil.

É uma espetacular sucessão de arcos, torres, pontes naturais, paredões e centenas de cavernas que tem na Gruta do Janelão (MG-199) o seu ponto máximo: seus descomunais espaços vazios, suas impressionantes dolinas que a tornam iluminada naturalmente por alguns quilômetros e seus espeleotemas uns delicados, outros gigantescos como a maior estalactite do mundo (28 metros!), fazem dela uma caverna única e inesquecível.

Gruta do Janelão onde se vê o Rio Peruaçu

Ao sul do estado de São Paulo está o PETAR (Parque Estadual e Turístico do Alto Ribeira), com mais de 200 cavernas entre as quais destacam-se a de Sant'Anna (SP-041, com o salão Taqueupa, classificado entre os mais belos e ornamentados do mundo), Morro Preto (SP-021), Casa de Pedra (SP-009), com o maior pórtico do mundo (230 metros), Ouro Grosso (SP-054), Água Suja (SP-025) e outras


REGIÃO NORDESTE

Toca da Boa Vista, maior caverna do hemisfério sul

Nesta região, sem dúvida o estado da Bahia vem ganhando destaque por seu imenso e ainda inexplorado potencial espeleológico e também por suas gigantescas cavernas recentemente descobertas. Entre elas, a mais importante é a Toca da Boa Vista (BA-082), atualmente com 92.100 m topografados que a colocam como a maior caverna do Hemisfério Sul e a 13ª do mundo. Outras: Bom Jesus da Lapa (BA-046), às margens do rio São Francisco e famosa por suas grutas-santuário; Brejões (BA- 001), imenso portal de 110 metros e grandiosas galerias; Gruta do Padre (BA-052), a terceira maior do Brasil onde, em 1987, foi realizado um experimento de permanência subterrânea.

Também merece referência a Chapada Diamantina, uma área de 87 mil km2 no coração da Bahia, agora transformada em Parque Nacional, reunindo uma magnífica paisagem de montanhas, cachoeiras, canyons, grutas, penhascos, torres e vales. No Piauí, o Parque Nacional da Serra da Capivara é um dos mais importantes sítios arqueológicos da América, local onde foi encontrado vestígios de presença humana com mais de 50 mil anos de idade.

Escavações Arqueológicas no Sítio do Meio - São Raimundo Nonato - PI (E. Magalhães)

No estado vizinho, o Ceará, a Gruta de Ubajara (CE-001) é a maior atração numa região montanhosa recoberta de densas matas tropicais, rios e cascatas.


REGIÃO CENTRO-OESTE

No Mato Grosso do Sul, a principal referência é o município de Bonito encravado na Serra da Bodoquena no limite sul do Pantanal, com a impressionante Gruta do

Gruta do Lago Azul - Bonito - MS (C. Faraco)

Lago Azul (MS-002), cujo nome provém de um profundo lago de águas azuis-turquesa que proporcionam um espetáculo incomparável.

No Mato Grosso, encontramos as cavernas da Chapada dos Guimarães, em rocha arenítica /quartzítica, de beleza singular graças aos lagos existentes em seus interiores e também por serem palco da manifestação da arte pré-histórica do Brasil.

Ressurgência do Rio Angélica, na gruta de mesmo nome

No nordeste de Goiás, a 457 km de Brasília, palco de dezenas de expedições nacionais e outras em conjunto com a França, encontra-se o principal conjunto cárstico de toda a região Centro-Oeste, com grutas enormes rasgadas por rios caudalosos, onde ainda há muita caverna a ser descoberta e explorada.

 

REGIÃO NORTE

A região é uma nova fronteira para a espeleologia com destaque para o Estado do Pará, principalmente na Serra dos Carjá e Serra das Andorinhas, além do Estado do Amazônas com as cavernas turísticas de Presidente Figueiredo e o Abismo Guy Collet (AM-003), em Barcelos, a mais profunda caverna do emisfério Sul e a mais profunda do mundo em quartizito, com 670 metros de desnível.


REGIÃO SUL

Entre os três estados sulinos, o Paraná se destaca pela presença de duas centenas de cavernas, entre as quais a principal é a Gruta da Lancinhas (PR-006). Também merecem referência as Grutas de Bacaetava, do Varzeão e o conjunto Jesuítas/Fadas, no Parque Estadual de Campinhos e as Cavernas de Botuverá em Santa Catarina.

 

 


Cadastro Nacional de Cavernas do Brasil


Cooperacao_SBE-IBRAM


Cooperação Técnica - SBE VC RBMA


 
 
 
11th Balkan Caving Camp 2017
(15/05/2017)

On behalf of the Hellenic Federation of Speleology (FHS), we are pleased to ...
Veja mais...
 
Topo da página